¡Impresionante dondequiera!

Congo, the Democratic Republic of the

Bukavu

United Arab Emirates

Dubai

United States

Alamance County, NC

Alaska

Ann Arbor, MI

Asheville, NC

Atlanta, GA

Austin, TX

Baltimore, MD

Bend, OR

Birmingham, AL

Boston, MA

Boulder, CO

Buffalo, NY

Cass Clay

Chicago, IL

Detroit, MI

Gloucester, MA

Indianapolis, IN

LA South Bay, CA

Los Angeles, CA

Louisville, KY

Madison, WI

Miami, FL

New York City, NY

North Minneapolis, MN

Northampton, MA

Northern Virginia (NOVA)

Oahu, HI

Oakland, CA

Oklahoma City, OK

Orlando, FL

Philadelphia, PA

Piqua, OH

Pittsburgh, PA

Plano, TX

Port Washington, NY

Portland, OR

Poughkeepsie, NY

Raleigh-Durham, NC

Rockport, MA

San Antonio, TX

San Francisco, CA

San Jose, CA

Santa Fe, NM

Seattle, WA

South Bend, IN

Tallahassee, FL

Twin Cities, MN

Washington, DC

Youngstown, OH

Arquitetura na Periferia

O projeto visa a melhoria da moradia de mulheres moradoras das periferias, por meio de um processo onde são apresentadas às práticas e técnicas de projeto e planejamento de obras e recebem um microfinanciamento para que conduzam com autonomia e sem desperdícios as reformas de suas casas. Mais do que oferecer um produto, buscamos favorecer a autonomia das participantes, ampliando sua capacidade de análise, discussão, prospecção, planejamento e cooperação, o que por fim leva a um aumento de sua autoestima e confiança. O projeto possui as seguintes premissas básicas: Todas as atividades são realizadas em GRUPO, assim é possível que as participantes se ajudem, se incentivem e criem laços de confiança; As participantes são exclusivamente MULHERES - a proposta visa contribuir para a inclusão da mulher no âmbito das decisões acerca da construção do espaço de moradia, área atualmente dominada pelos homens; Criação de uma POUPANÇA conjunta que será utilizada na compra de materiais e na contratação de serviços para realização das obras; MICROFINANCIAMENTO - cada participante recebe uma pequena quantia em dinheiro para complementar a poupança e cobrir os gastos com as obras; AUTOGESTÃO – o processo é gerido pelas próprias participantes, assim tornam-se para além de beneficiárias, protagonistas nesse processo; ABRANGÊNCIA - a proposta envolve todas as etapas da melhoria da casa, desde a concepção do projeto, o planejamento e a execução da obra e o seu financiamento; NEGÓCIO SOCIAL - a proposta consiste em um modelo de negócio social que pode ser ampliado com a criação de novos grupos de mulheres, na medida em que o dinheiro do microfinanciamento é recolhido.

Fondos becados por Minas Gerais (August 2016)