Awesome Everywhere!

Congo, the Democratic Republic of the

Bukavu

United Arab Emirates

Dubai

United States

Alamance County, NC

Alaska

Ann Arbor, MI

Asheville, NC

Atlanta, GA

Austin, TX

Baltimore, MD

Bend, OR

Birmingham, AL

Boston, MA

Boulder, CO

Buffalo, NY

Cass Clay

Chicago, IL

Detroit, MI

Gloucester, MA

Indianapolis, IN

LA South Bay, CA

Los Angeles, CA

Louisville, KY

Madison, WI

Miami, FL

New York City, NY

North Minneapolis, MN

Northampton, MA

Northern Virginia (NOVA)

Oahu, HI

Oakland, CA

Oklahoma City, OK

Orlando, FL

Philadelphia, PA

Piqua, OH

Pittsburgh, PA

Plano, TX

Port Washington, NY

Portland, OR

Poughkeepsie, NY

Raleigh-Durham, NC

Rockport, MA

San Antonio, TX

San Francisco, CA

San Jose, CA

Santa Fe, NM

Seattle, WA

South Bend, IN

Tallahassee, FL

Twin Cities, MN

Washington, DC

Youngstown, OH

Ocupa Mídia

"Ocupa a mídia" é um projeto que deseja e atua para capacitar jovens comunicadores nas ocupações urbanas da grande BH. Como pregado pelo movimento por moradia: “Enquanto morar for um privilégio, ocupar é um direito.” Direito de ter o mínimo para se viver com dignidade. Direito de se orgulhar do seu espaço e do ser o que somos.

Sofremos ameaças contínuas de despejo e somos maltratados por grande parte da mídia que nos chama de “invasores”, eles não reconhecem a legitimidade da nossa luta. Com condições de vida precárias e, muitas das vezes, ausência dos serviços públicos básicos, precisamos de atenção especial para estudar, crescer e dar continuidade a nossas conquistas. Quem sabe assim, auxiliando para um crescimento plural e uma sociedade mais justa e igualitária.

Por estes motivos considero o projeto "Ocupa a mídia" tão importante. Quero que nossos jovens possam falar por eles mesmos. Queremos a nossa própria mídia, um grupo de comunicação para ampliar nossa voz. Nossa Ocupação se chama Izidora (norte de BH-divisa com Santa Luzia) com 20.000 moradores que recebem ameaças constantemente.

Capacitando esses jovens para utilização de câmeras, celulares, redação de texto e comunicação nas redes sociais, esperamos que a voz da ocupação seja ouvida. A sociedade precisa saber da nossa luta e dos nossos valores de solidariedade e igualdade. Assim constituímos um grupo ativo de jovens que se tornarão os porta-vozes da ocupação, desejamos também, despertar o desejo por mais conhecimento e que, os que desejarem, tenham as ferramentas para se especializarem e traçarem os seus caminhos pelas lentes e aos olhos atentos da sociedade.

O projeto começou no final de 2016 por iniciativa de duas jornalistas da ONG internet Sem Fronteiras, elas elaboraram o projeto junto com o MLB (Movimento de lutas, nos bairros, vilas e favelas) e as Brigadas Populares e conseguiram um incentivo da igreja católica para compra do equipamento audiovisual e cobertura de despesas básicas.

Confira o vídeo do projeto: https://youtu.be/cSdPf8pkxbg

Funded by Minas Gerais (March 2017)